terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Eliés Haun

Eliés Haun nasceu em Ipiau em 24/12/1922. Foi dono da Farmácia Estrela junto com o Tio João Atalah, além de diretor comercial do Jornal Tribuna do Cacau. Trabalhou no Grupo Chaves, foi cacauicultor, maçon grau 33, espírita fundador Do Centro Espírita Casa de Guará e dono da primeira granja de Itabuna (Granja Cariaçu). Pessoa muito querida na Cidade. Faleceu em 11/10/1997. 


Son Bossa


Son Bossa nasceu em Buerarema em 1947. Com apenas um ano de idade seus pais mudaram pra Itabuna, onde ele vive até hoje. 

Começou a se apresentar aos dezenove anos em rodas de choro. Alguns meses depois integrou a banda Quinta Dimensão.  Aos vinte e três fez parte da banda Os Versáteis, onde se apresentou em várias cidades de Itabuna, região e na capital da Bahia. Durante esse percurso se tornou funcionário público, porém não abandonou os palcos. 

Son Bossa também fez parte das bandas Riverson, Clube da Seresta, Os Grapsons e formou a banda Halley, bastante popular na Bahia e Minas. Após o fim da banda voltou a se apresentar em grupos de choro como: Chorinhos e Chorões.

Se apresentou em lugares emblemáticos: Chão de Estrelas, Esquina Três, Moto Sul, Tio Juca e Estrela do Sul. Já dividiu o palco com nomes como Luís Caldas, Miltinho, Osvaldo Fael e formou projetos com Sabará.

Hoje continua abraçado ao seu violão tocando esporadicamente.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Odete Melo


Nascida em Sergipe, em 13/08/1915, Odete Melo veio para a Bahia ainda jovem, nos anos 40, e abriu uma Pensão na Beira Rio (onde hoje funciona o laboratório Lidi). Depois mudou-se para a Av. do cinquentenário, onde posteriormente funcionaria o Hotel Portugal. Ao lado, construiu o atual prédio do Hotel Odete, o segundo Hotel da história de Itabuna. Conhecida como Mãe Odete, era muito querida pelos hóspedes a quem ela chamava de filhos. Devota de São Antônio, realizava todos os anos, em 13 de junho, uma festa (caruru) em homenagem ao santo padroeiro. 

Realizou inúmeras ações de caridade, sempre discretamente, tanto que a família só soube após seu falecimento, em 06/12/1994. Foi citada em dois livros. Um deles, O Caixeiro viajante, de José Pais de Carvalho. Deixou uma filha e 5 netos. O Hotel Odete permanece em pleno funcionamento naquela esquina da Cinquentenário com a Amélia Amado.


domingo, 12 de setembro de 2021

Morre o empresário Ailton Messias

Faleceu às 9h, desta segunda-feira 13, em Itabuna, devido a complicações cardíacas, o empresário Ailton de Melo Messias, internado desde o mês passado na Santa Casa de Misericórdia (Hospital Calixto Midlej Filho), do qual foi provedor por várias vezes.

Ailton Messias foi presidente do extinto Grupo de Supermercados Messias, que durante muito tempo foi a maior rede de supermercados do interior do estado, nos anos 70, 80 e 90.

Amava Itabuna e o seu povo como poucos, sempre atento aos problemas da cidade, sejam nos movimentos empresariais, políticos ou sociais, se posicionando como uma grande liderança. Também foi um dos fundadores da CDL Itabuna, sendo seu presidente, bem como da centenária Associação Comercial de Itabuna (ACI).  

Nota de Pesar da CDL e ACI
A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-presidente da ACI e CDL, Ailton Messias, ocorrido neste domingo, 12 de setembro.

No ano de 2016, o ex-presidente foi homenageado pelo presidente na época, Ronaldo Abude, que destacou a importância do empresário para Itabuna. “O senhor Ailton Messias é uma figura empresarial muito importante, que além de ter contribuído muito com os seus empreendimentos, demonstrou-se uma pessoa muito humana. Ele abraçou a causa da Santa Casa por muitos anos, quando a instituição passou por dificuldades, e ainda exerce uma função com muita dignidade à frente do setor de compras no Hospital Manoel Novaes”, revelou o ex-presidente Ronaldo Abude em 2016.

Neste momento de grande tristeza, rogamos a Deus que conforte os familiares e amigos pela perda irreparável. 

[Fonte: Expressão Única]

domingo, 18 de abril de 2021

Grupo de Teatro organizado por Armando Freire e Brasilino Neli

 

Grupo de Teatro organizado pelo Dr. Armando Freire e Brasilino Neli em 1934. 

Na frente: Lourdes Gravatá, Armandina Freire, Bernadete Gravatá e Gabriela Alves.

Atrás: Miguel Hirs, Dr. Alberto Galvão, Rubens Santos, Elísio Araújo, Brasilino Neli, Dr. Armando Freire, Aguiar, Prof. Vicente Cruz e Josias Mota.

quinta-feira, 15 de abril de 2021

Escola de Música do Prof. Agenor

 

Escola de Música do Prof. Agenor Gomes em 1925 - com os seguintes alunos (alguns não tem identificação): 

1 - Waldir Souza
2 - Waldete Souza
3 - Denise Conceição Rebouças
6 - Professor Agenor Gomes
7 - Ermita Moura
8 - Florisbela Almeida Alcântara
9 - Neide Rocha
10 - Marianinha Almeida Raiol
11 - Armandina Freire
12 - Áurea Rebouças de Brito
14 - Alice Gemal
15 - Alzira Góes
16 - Anita Ayres
17 - Laura Freire
18 - Nair Reis
19 - Otaciana Pinto
20 - Kafa Kauark

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Garanta um exemplar grátis da nossa revista no Café Pomar!


As pessoas continuam indo ao Café Pomar para ganhar seus axemplares da nossa Revista de Passatempos. 

Endereço: 
Av. do Cinquentenário, S/N 
(Em frente à Praça Santo Antônio) 
Itabuna – Bahia 

Facebook: 
Instagram: 

Aqui temos: Thainan Nicácio (TV Cabrália) e Danilo (gerente do Café Pomar); Ze Boca; Sr. Antônio da Loja de Cereais; Carlos Alberto Dendê (coordenador de programação da TV Cabrália).





quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Distribuição da Revista de Passatempos na FICC


Nossa equipe visitou ontem, 26 de janeiro, a equipe da FICC (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania) na sua nova sede, no Teatro Municipal Candinha Dória. No momento, a equipe ainda encontra-se em fase de instalação e adaptação ao novo espaço, mas mesmo assim, conseguimos realizar a distribuição da Revista de Passatempos em diversos setores da FICC. 

Diego Pitanga, Diretor Financeiro

Ireni Leão, chefe de Planejamento e Projetos Culturais 

Virgílio Sena, Diretor de Turismo 

Leo Fraga, Chefe de Gabinete

Ícaro Viana, Diretor Jurídico

Abaixo, uma cena interessante: Janaina Huang, criadora da Revista de Passatempos, entrega exemplares a Diego e Leo, que em seguida entram em uma batalha para ver quem completa um "Jogo dos 7 Erros" primeiro.





sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Lançada a Revista de Passatempos da História de Itabuna


Foi lançada na sexta feira (08) uma revista de passatempos produzida pela página História de Itabuna. Produzida por Janaina Huang, com o apoio de José Carlos Almeida, o trabalho apresenta, em 16 páginas, a possibilidade de se divertir à moda antiga, e ao mesmo tempo, tomar conhecimento de curiosidades históricas da cidade. 

A Revista de Passatempos História de Itabuna é resultado de projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc, da Secretaria Federal da Cultura, lançada e gerenciada em Itabuna por uma equipe montada pela FICC (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania). 

Conteúdo

Basicamente, a Revista de Passatempos é uma pequena coleção de desafios clássicos, como Palavras Cruzadas, Caça-Palavras e Jogo dos 07 Erros. Mas enquanto a pessoa vai resolvendo, também vai conhecendo um pouco mais sobre locais, acontecimentos, empresas e pessoas que fazem parte da história, tanto a história centenária quanto a mais recente e contemporânea. Um lançamento que, apesar de ser impresso (em papel, como as velhas revistas das bancas), oferece uma experiência interativa, com caneta na mão.

Distribuição Gratuita

Toda a tiragem inicial da revista (1.000 exemplares) deverá ser distribuída gratuitamente, em pontos estratégicos. O primeiro ponto de distribuição é o Café Pomar, tradicional ponto de encontro de Itabuna. Localizada na Av. do Cinquentenário (bem ao lado da Igreja Santo Antônio, de frente à Praça Santo Antônio), sem dúvida é a mais histórica lanchonete de Itabuna, em funcionamento desde 1943. Passe lá no Café Pomar e solicite um exemplar gratuito diretamente no caixa.

A Revista de Passatempos História de Itabuna também tem sido distribuída em repartições públicas municipais (Secretarias, FICC, Emasa etc). Se você já tem a sua, faça uma selfie e manda pra que a gente publique na nossa página!

 


domingo, 22 de novembro de 2020

26 túmulos de pessoas importantes na História de Itabuna


Em um rápido passeio pelo Cemitério do Campo Santo, em Itabuna, passamos pela grata experiência de encontrar os locais do descanso eterno de pessoas muito importantes na história centenária de Itabuna. São personalidades de diversas épocas, profissões e atuações (médicos, coronéis, empresários, fazendeiros, artistas, religiosos, líderes políticos etc), mas todos com uma coisa em comum: deram, cada um do seu jeito, valiosas contribuições para que a Vila de Tabocas se transformasse na Itabuna que temos hoje. Uma grande parte dessas pessoas já apareceu na nossa página História de Itabuna (Facebook e Instagram), outra ainda aparecerá.

Respeitosamente registramos e divulgamos aqui seus túmulos e lápides, como forma de agradecimento e homenagem a esses valorosos homens e mulheres que tanto fizeram pela nossa cidade. 


José de Almeida Alcântara, ex-prefeito de Itabuna.

Aqui estão Sepultados o jurista e líder político Gileno Amado, sua esposa Amélia Amado e a filha Maria Célia.

Coronel Henrique Alves dos Reis, o "coronel negro" (era descendente de escravos), grande líder político, considerado "amigo solidário e inimigo perigoso".

Cordolina Loup dos Reis, viúva do Coronel Henrique Alves dos Reis.

Calixto Midlej Filho, empresário e homem de atuação em diversos setores da sociedade itabunense - inclusive foi um dos diretores da Santa Casa da Misericórdia, administradora do cemitério.

Família do Coronel Oscar Marinho Falcão, um dos grandes fazendeiros e empreendedores da cidade.

Coronel Ramiro Nunes de Aquino. Também está sepultada aqui a esposa Avelina.

Família do Coronel Tertuliano Guedes de Pinho, proprietário da Fazenda Burundanga.

Paulino Vieira (empresário)

Irmã Catarina (Maria Catarina de Carvalho Luna), a bondosa freira que vendia biscoitos para sustentar o Educandário Cordolina Loup dos Reis.

Eshter Gomes de Oliveira e Daniel Gomes de Oliveira, mãe e irmão do prefeito Fernando Gomes.

Kocó Jr (Clóvis Fiqueiredo Gomes Jr.), o carismático e talentoso cantor da banda Lordão.

Pastor Hélio Lourenço, fundador da Igreja Batista Teosópolis em Itabuna.

Selen Rachid Asmar, professor e empresário.

Dr. Moacir José de Oliveira, ortopedista.

Tarik Fontes, empresário.

Professora e Parteira.

Ottoni Silva (jornalista) e sua esposa Eva B. Silva.

Família Osmundo Teixeira (empresário).

Tito Tabosa (empresário).

Coronel Nicodemos Barreto.

Dr. Dilson Cordier (médico).

Ossário da Família Cordier, onde estão os restos mortais de, entre outros, 
o ex-prefeito Fernando Cordier.

Lafayette Borborema, jurista e líder político.

Antônio Setenta, fazendeiro e empresário.